17 janeiro 2009

RECOMEÇAR...

Fotografia: ©Carol Timm (Vista do Cristo Redentor de Botafogo, RJ)

Não importa onde você parou,
em que momento da vida você cansou,
o que importa é que sempre é possível
e necessário "Recomeçar".
Recomeçar é dar uma nova
chance a si mesmo.
É renovar as esperanças na vida
e o mais importante:
acreditar em você de novo.

Sofreu muito nesse período?
Foi aprendizado.

Chorou muito?
Foi limpeza da alma.

Ficou com raiva das pessoas?
Foi para perdoá-las um dia.

Sentiu-se só por diversas vezes?
É por que fechaste a porta até para os outros.

Acreditou que tudo estava perdido?
Era o início da tua melhora.

Pois é!
Agora é hora de iniciar,
de pensar na luz,
de encontrar prazer nas coisas simples de novo.

Que tal um novo emprego?
Uma nova profissão?
Um corte de cabelo arrojado, diferente?
Um novo curso,
ou aquele velho desejo de apender a pintar,
desenhar,
dominar o computador,
ou qualquer outra coisa?

Olha quanto desafio.
Quanta coisa nova nesse mundão
de meu Deus te esperando.

Tá se sentindo sozinho?
Besteira!
Tem tanta gente que você afastou
com o seu "período de isolamento",
tem tanta gente esperando apenas um
sorriso teu para "chegar" perto de você.

Quando nos trancamos na tristeza nem
nós mesmos nos suportamos.
Ficamos horríveis.
O mau humor vai comendo nosso fígado,
até a boca ficar amarga.

Recomeçar!
Hoje é um bom dia para começar
novos desafios.

Onde você quer chegar?
Ir alto.
Sonhe alto,
queira o melhor do melhor,
queira coisas boas para a vida.
pensamentos assim trazem para nós
aquilo que desejamos.

Se pensarmos pequeno,
coisas pequenas teremos.

Já se desejarmos fortemente o melhor
e principalmente lutarmos pelo melhor,
o melhor vai se instalar na nossa vida.

E é hoje o dia da Faxina Mental.

Joga fora tudo que te prende ao passado,
ao mundinho de coisas tristes,
fotos,
peças de roupa,
papel de bala,
ingressos de cinema,
bilhetes de viagens,
e toda aquela tranqueira que guardamos
quando nos julgamos apaixonados.
Jogue tudo fora.
Mas, principalmente,
esvazie seu coração.
Fique pronto para a vida,
para um novo amor.

Lembre-se somos apaixonáveis,
somos sempre capazes de amar
muitas e muitas vezes.
Afinal de contas,
nós somos o "Amor".


©Paulo Roberto Gaefke


8 comentários:

Mel disse...

Carol, já conhecia este texto, mas é sempre bem vindo! Já consegui fazer algumas coisas citadas... Vale a pena, por mais difícil que seja sair do nosso mundinho de isolamento e tristeza quando não estamos numa boa fase.
Enfim, sorte e coragem para todas nós!
Beijos e fique bem!

Marilac disse...

Carol,
Que bela mensagem, eu tb já conhecia esse texto, gosto muito do que Paulo Roberto Gaefke escreve.
Esperança,ação, desejo de recomeçar,fazer uma faxina mental bem feita e ai sim, estaremos iniciando de verdade uma nova etapa em nossas vidas!

É tão boa essa alegria de se encantar novamente , de sorrir e aprender coisas novas.Esse ano quero finalmente organizar meu pequeno jardim com flores .

Adorei a imagem do Cristo Redentor.

bjs
com carinho,
Marilac

Maria disse...

Carol foto linda,gosto de todas as fotos que faz têm alma!

Texto maravilhoso eu,não conhecia "Paulo Roberto Gaefke" Adorei a forma como ele escreve, mas escolhida pela Carol, tinha que ter muita sensebilidade na escrita.

Desejo que tenha passado um bom fim de semana, e que os seus pés estejam mais amorosos consigo.
Beij. com muito carinho.

M.M.G.

adelaide amorim disse...

Apesar do que muita gente afirma, só a gente é capaz de amar - é por aí que começa toda sabedoria e o melhor modo de viver.
Querida, estou tão contente de ter saído daquela falta de comunicação, você nem imagina.

Beijo beijo.

Polêmica disse...

É sempre bom fazer uma faxina dentro da gente, jogar fora todas as coisas velhas e ruins, e ficar com o coração pronto para ser preenchido de coisas boas novamente. Tudo passa, tudo acaba mas, Deus nos deu o poder de recomeçar e fazer tudo de novo.

Beijão!

Rê d'Ávila disse...

Realmente...você só escolhe textos maravilhosos....
Amei..
E estou justamente neste momento... de recomeçar....
Adoro seu blog e passo sempre aqui..e nos outros também..
Super beijossssss
Rê.

Anônimo disse...

sempre achei q ese poema fosse de carlos drummond de andrade,agora fiquei em duvida..

Anônimo disse...

sempre achei q ese poema fosse de carlos drummond de andrade,agora fiquei em duvida..