11 maio 2008

Mãe...


Mãe do universo...
Mãe de todos...
Branca ou preta...
Pobre ou rica...
Sempre és mãe!

Mãe, tu estás sempre presente...
Em todos os momentos...
Seja de dor ou de alegria.
Mãe, querida mãe, sofrida...
Ignora as discriminações da vida.

Nesta terra de desamor...
Mãe é uma canção de amor...
Gravada no coração!

Mãe é carinho, mãe é flor...
Mãe é o resumo do amor maior!
Mãe, obrigado pela VIDA!!!

Sérgio Ricardo G. Tokarski

Um comentário:

Ana disse...

Querida Carol,

Lindo este poema...

Só hoje vi a tua mensagem...pena, já não ir a tempo.


Um grande beijinho

Ana