06 abril 2008

Nada Será Como Antes

Fotografia: ©Werner Bischof

Eu já estou com os pés na estrada
Qualquer dia a gente se vê
Sei que nada será como antes, amanhã
Que notícias me dão dos amigos
Que notícias me dão de você
Sei que nada será como está
Amanhã ou depois de amanhã
Resistindo na boca da noite um gosto de sol

Um domingo qualquer, qualquer hora
Ventania em qualquer direção
Sei que nada será como antes, amanhã
Que notícias me dão dos amigos
Que notícias me dão de você
Sei que nada será como está
Amanhã ou depois de amanhã
Resistindo na boca da noite um gosto de sol

Um domingo qualquer, qualquer hora
Ventania em qualquer direção
Sei que nada será como antes, amanhã
Que notícias me dão dos amigos
Que notícias me dão de você
Sei que nada será como está
Amanhã ou depois de amanhã
Resistindo na boca da noite um gosto de sol

Resistindo na boca da noite um gosto de sol

Resistindo na boca da noite um gosto de sol

Resistindo na boca da noite um gosto de sol


©Milton Nascimento / Ronaldo Bastos

5 comentários:

Ela disse...

Eu amo o gosto de sol.
E também saber que o depois será sempre diferente.

Edna disse...

é uma verdadeira poesia essa música
abraços Carol

Marilac disse...

Oii Carol!!
Linda imagem poética :Resistindo na boca da noite um gosto de sol...
Concordo com Edna essa musica é uma verdadeira poesia!

Bjs
Marilac

Anônimo disse...

O mundo é seu... Nada será como antes... acredite em vc... vc programa seu cérebro como quiser... Chega de ser vítima, agora vc é o herói... Vamos mudar o mundo Carolllllllllllll! hoje estou impossível, a amanhã ficarei mais ainda! segura peão...Vou lamber o sol...
abraços,
Caetano

Rosi Gouvea disse...

Quem faz um poema abre uma janela.
Respira, tu que estás numa cela abafada,
esse ar que entra por ela.
Por isso é que os poemas têm ritmo
- para que possas profundamente respirar.
Quem faz um poema salva um afogado.

...Mário Quintana...

Depois que passei por aqui, sei que nada será como antes.

Deixo aqui admirações a abraços!