05 dezembro 2007

Segue o teu destino

Fotografia: ©António Vaz

Segue o teu destino,
Rega as tuas plantas,
Ama as tuas rosas.
O resto é a sombra
De árvores alheias.

A realidade
Sempre é mais ou menos
Do que nós queremos.
Só nós somos sempre
Iguais a nós-próprios.

Suave é viver só.
Grande e nobre é sempre
Viver simplesmente.
Deixa a dor nas aras
Como ex-voto aos deuses.

Vê de longe a vida.
Nunca a interrogues.
Ela nada pode
Dizer-te. A resposta
Está além dos deuses.

Mas serenamente
Imita o Olimpo
No teu coração.
Os deuses são deuses
Porque não se pensam.


©Fernando Pessoa
(Odes de Ricardo Reis)

5 comentários:

Tania disse...

Ao visitar casas amigas, e me refiro a Ch e Edna, acabei por chegar até aqui; e de passear pelas suas escolhas poeticas, isto se fez uma grata descoberta...

Muito bonito o seu blog, Carol. Voltarei mais vezes.

Um abraço.

Rogério Felício disse...

"Vê de longe a vida."

Fernando Pessoa sempre revelando nossas vidas...

Beijoks!!!

Ch disse...

Caríssima;
.
Voltar ao Casa de Leitura é, para mim, satisfação renovada. Trata-se de um lugar que tão bem nos adota, a ponto de nos fazer sentir como em casa, com uma xícara de chá e à sombra de carramanchões.
É que a poesia se torna expressão mais bela quando os objetos e o ambiente, tudo, enfim, conspira a favor [ao menos essa é a minha impressão].
.
Ricardo Reis é meu heterônimo preferido na obra de Pessoa. Possui uma sofisticação e um requinte que o próprio Pessoa - estou especulando, claro - não reservou para si. Adorei as odes e bela imagem que as encima.
receba meus sinceros parabéns, Carol.
E um abraço do
Carlos

Edna B. disse...

Querida amiga Carol

Que satisfação estar aqui,e poder ler Pessoa e seus enigmas,pricipalmente no de Ricardo Reis,onde Pessoa para mim se mostra mais verdadeiramente, de todos os heterônimos,
com requinte nas palavras e seu eterno enigma a nos instigar.
Bela escolha Carol, aqui certamente nos encantamos sempre com seu bom gosto.
Agradeço seu carinho constante
saudades tb
abraço grande

Marilac disse...

Querida Carol,
Reforço as palavras do Carlos, aqui me sinto em casa! Aqui se respira poesia!

Eu adoro Fernando Pessoa, e essas odes então são maravilhosas!

Gosto de forma especial desse trecho:"Mas serenamente
Imita o Olimpo
No teu coração."

bjs

Marilac