06 maio 2007

VOLTE

Fotografia: ©Robert Doisneau

Volte a acreditar em seus sonhos dourados de criança.

Nas fantasias que dançaram em sua cabeça de menino.

No grande valor das pequeninas coisas.

Volte a acreditar na essência da vida

Na ilimitada capacidade de fazer, construir e realizar.

Volte a acreditar mais nos homens, em si mesmo.

No hoje e na felicidade.


Autor desconhecido

2 comentários:

Ana disse...

Mais um texto lindo para pôr na parede da minha cozinha, para partilhar com os filhos...

Carol Timm disse...

Amigos,

Este pequeno poema tem uma sabor especial para mim, porque foi um dos últimos presentes que ganhei de um padrinho muito querido.

Ele me mostrou um cartão que tinha recebido com essa mensagem e como disse que tinha achado o texto muito bonito, ele prontamente me deu.

Queria registrar isso aqui.
Seria tão bom lembrar sempre das pessoas queridas por gestos simples, que se traduzem nas pequenas mensagens belas como esta!

Ah.. que boa recordação!