05 fevereiro 2009

Câmara Ardente

Fotografia: ©Carol Timm

Serve-se no presente
Dum símbolo futuro...
Um frio prematuro
De mortalha
Coalha
A inspiração
Que animava o seu canto.
Não morreu. Mas enquanto
A vida lhe negar um novo sol,
mais quente e mais fecundo,
Não vislumbra outra imagem
Da íntima paisagem
Deste mundo...


Miguel Torga
Em "Câmara Ardente"

5 comentários:

Maria disse...

Foto linda Carol.

Este poema de Miguel Torga...

Gostei, conheço muito pouco de miguel Torga, com a Carol tenho aprendido a amar a poesia! Obrigado.

beijo com muito carinho, que este fim de semana seja muito bom.

M.M.G.

Marilac disse...

Carol,
Lindo poema!
E que flor tão linda e exotica é essa?

bjs
e uma semana abençoada
Marilac

manzas disse...

No castelo
Das expressões,
Estas palavras
Sobrevoam
O mundo inteiro…
Acorrenta e entoam
Paz aos corações
E aqui
Ao lê-las…
Ficarei prisioneiro

Uma semana carregada
De saúde,
Paz…
E muito amor.

O eterno abraço…

-MANZAS-

adelaide amorim disse...

Lindo poema, Carol. Um bom poeta diz coisas tristes sem ficar piegas, não é mesmo?
Beijo.

Mel disse...

Carol, gostei muito quando descobri o Miguel Torga! Ele tem coisas lindas, mas meu acesso é apenas pela internet mesmo.
E esta flor é novidade, não conheço...Parece que foi misturada!!

Beijos
:)