12 maio 2010

Haruo Ohara


Fotos mostram o talento de um artista agricultor


Haruo Ohara imigrou para o Brasil ainda jovem, nos início do século passado.

Como muitos japoneses que vieram para cá, escolheu a agricultura para ganhar a vida. Mas aliou o trabalho à paixão pela fotografia.

E deixou um belo registro de como viviam os imigrantes no campo naquele tempo.

No olhar do imigrante japonês, o retrato de um Brasil rural. Poesia revelada na rotina do campo.

Um cenário que o agricultor registrou com sensibilidade de artista. Atrás e diante das câmeras, em dezenas de autorretratos.

Haruo Ohara nasceu em 1909 e chegou ao Brasil com a família, 20 anos depois. No sítio em Londrina descobriu a fotografia, conciliando duas paixões. Numa hora, a enxada; na outra, câmera nas mãos.

Haruo Ohara morreu perto de completar 90 anos e que deixou quase 20 mil fotos, doadas pela família para o acervo de um instituto cultural.

Agora, uma parte desse material está de volta às origens, numa exposição cheia de surpresas e boas lembranças.

Diante das imagens, os filhos de Haruo, que serviram de modelos, relembram as cenas.

E quase 60 anos depois, Maria revê uma travessura de infância. A filha mais nova do fotógrafo é a menina que pula da escada, sombrinha na mão.

Reportagem no Jornal Nacional: HARUO OHARA

Outras Fotos

Um comentário:

Jorge disse...

Preciosa esta foto. Parabéns!